Dicas Rápidas Ferramentas

Relacionando tabelas no SIGARPM

Escritor por Vinícius Moreira

 

Iremos aprender agora como fazer relacionamento de tabelas no SIGARPM, utilizando como exemplo o relatório de Títulos a Pagar que usamos desde o 1º artigo.

 

No nosso relatório temos, por exemplo, o campo de natureza, mas observe que é exibido apenas o código da natureza.

 

1

 

Para exibir a descrição será necessário buscar essa informação na tabela de cadastro de naturezas, cujo código é SED. Utilizaremos o conceito de relacionamento de tabelas para ter acesso aos campos deste cadastro.

Como estamos utilizando um relatório desenvolvido anteriormente, clique no botão tabelas 2.

 

Na tela de tabelas, uma vez que já selecionou a tabela principal, que nosso caso é a tabela SE2, clique em Avançar.

 

SIGARPM

 

Será exibida a tela abaixo, onde é possível clicar no botão 4 para adicionar e no botão 5 para excluir o relacionamento selecionado.

 

SIGARPM

 

Clique no botão 4 para que seja exibida a tela de manutenção.

 

SIGARPM

 

O sistema já disponibiliza vários relacionamentos por padrão. Então antes de criar um novo, utilize a opção Pesquisar tabela localizada no canto inferior esquerdo para ter certeza que a tabela desejada não tem nada disponível. Digite então SED no campo de pesquisa e tecle ENTER.

 

 SIGARPM

 

Repare que já existe um relacionamento do campo E2_NATUREZ que é o campo do código da natureza na tabela de Títulos a Pagar. Mas iremos criar um novo, apenas para que vocês aprendam também a criar o relacionamento quando necessário. Para criar clique em Ações relacionadas, depois Novo relacionamento.

 

SIGARPM

 

Utilize o campo Pesquisar tabela para indicar a tabela com a qual deseja relacionar a tabela principal.

 

10

 

Depois utilize o campo Expressão Tabela Principal (SE2) para selecionar os campos da tabela principal que serão utilizados para busca dos dados na tabela relacionada (SED).

 

11

 

Na tabela SED – Naturezas do padrão existem três índices conforme imagem abaixo.

 

12

 

Na tabela SE2 – Titulos a Pagar temos o campo E2_FILIAL que contem a filial do titulo e E2_NATUREZ que tem o código da natureza do título.

Fique atualizado, É GRÁTIS!
Cadastre o seu endereço de e-mail e fique por dentro de todas as atualizações da AcademiaERP.
Não enviamos spam.

Vamos relacionar então as tabelas através dos campos E2_FILIAL+E2_NATUREZ na tabela principal e com ED_FILIAL+ED_CODIGO, conforme imagem abaixo. Feito isso clique em Finalizar.

 

SIGARPM

 

Pesquise pela tabela para qual criou o relacionamento. Repare que agora é exibido o relacionamento que acabamos de criar utilizando os campos E2_FILIAL+E2_NATUREZ. Selecione o novo relacionamento e clique no botão Confirmar.

 

14

 

Clique em Finalizar. Neste momento, o relacionamento será criado e os campos da tabela SED estarão disponíveis para uso.

 

 15

 

Clique no botão 16 para visualizar os campos disponíveis para uso no relatório. Veja que tanto a tabela SE2, como a tabela SED aparece na tela.

 

17

 

Agora é só escolher o campo Descrição na tabela SED, posiciona-lo onde deseja e clicar em finalizar.

 

Pronto. Abaixo temos a imagem de execução do novo relatório.

 

 18

 

É isso ai, espero que tenham gostado.

 

Valeus

 

Sobre o Autor

Vinícius Moreira

10 comentários

  • Boa Tarde, o SIGARPM, permite relacionar uma tabela secundaria?
    exemplo: quero acessar a tabela SH1, sendo que a minha tabela principal é a SC2, usarei os seguintes relacionamentos da SC2 com as tabelas SB1, CCT e a SG2(cujo a qual quero relacionar com a SH1).
    Existe essa possibilidade?

  • Oi Vinicius, gostei bastante do seu blog, parabéns.

    Gostaria que pedir uma ajuda pra você, eu criei um relatório através dessa ferramenta RPM, porém ao imprimir o relatório, as informações saem em branco. Você tem ideia do que pode ser? Será que esqueci de alguma coisa??

    Grata,

    SUELLEN

    • Oi Suellen, tudo bem?

      Então, sem maiores informações de como foi criado o relatório no SIGARPM fica muito difícil de diagnosticar o problema. Em geral, pode ser problema em relacionamento de tabelas (caso exista), filtros que excluem todos os registros existentes, entre outros. Qualquer coisa, envie um e-mail para vinicius.gregorio at academiaerp.com.br e eu tento lhe ajudar 🙂

      Abraços

  • Vinicius, acho que não me expressei bem. Não é o tamanho do campo em si, mas o tamanho do relatório todo. Ele está maior que o papel. Temos alguns relatório, customizados pela TOTVS, que as letrinhas ficam menores para poder caber na folha. Tem algum parecido no SIGARPM?

    • O RPM é meio limitado em algumas questões, mas clique na opção “Configurar página e Impressão” na tela de manutenção do relatório, lá existe a largura da página e a opção de orientação do relatório, se paisagem ou se retrato. Talvez mudando algumas dessas opções melhore a impressão, cabendo tudo na mesma pagina.
      Só estou me lembrando dessas opções no momento, mas vamos nos falando para ver se encontramos alguma solução.
      Abraço

  • Excelente post!!! Me ajudou muito. Só uma questão… criei um relatório com algumas colunas, mas o problema é que o tamanho do relatório extrapola o tamanho do papel. Tem como formatar o relatório para caber na folha de papel?

    Abraços,
    Marcelo Magalhães – R.J.

    • Opa, bom que ajudou…
      Sobre o tamanho dos campos, na tela de seleção de campos você pode escolher os campos que sejam exibidos a partir das tabelas do seu relatório ou adicionar uma formula. Se escolher os campos da tabela não conseguirá alterar o tamanho, pois o sistema não da essa opção, já os campos de formulas tem esta opção. Então uma opção talvez seja criar formulas para os campos que deseja diminuir o tamanho.

      Abraço

Deixe um comentário

Dúvida?